Técnicas especiais em papel vegetal
Flores:
Decalque a flor e faça os pistilos utilizando uma caneta hidrográfica preta de ponta metálica 0,1 (traço fino).
Faça o boleado nas pétalas com os traços dirigidos desde a borda externa para o centro. Decalque em um recorte extra de papel vegetal de 130 g as pétalas que vai colar de maneira sobreposta e trabalhe-as seguindo as mesmas indicações dadas para fazer a flor de base do cartão. Pinte toda a superfície com uma caneta hidrocor de tinta permanente na cor escolhida. Utilize bolinhas de silicone ou a pistola de cola quente para colar as pétalas pela base dando um bom efeito de volume e evitando que fiquem achatadas.
Borboletas:
Decalque o desenho da borboleta com uma caneta bico de pena e tinta nanquim branca em um recorte extra de papel vegetal. Trabalhe combinando as técnicas de boleado, vazado e filstirée.
Você pode decalcar no cartão somente o contorno da borboleta já trabalhada para dar mais destaque quando for colar de maneira sobreposta. Outra opção é decalcar a borboleta completa no cartão e colar por cima somente as asas superiores ou inferiores.
Laços:
Decalque com tinta nanquim branca e caneta bico de pena.
Trabalhe com o boleador esfumador até conseguir um efeito de muito volume. Pinte com lápis de cor polychromo. Faça um esfumado para intensificar o efeito de luz e marcar as áreas de sombras. Para dar um efeito tridimensional, faça outro laço e cole pelo centro usando a pistola de cola quente.
Laços vazados:
Decalque com uma caneta hidrográfica preta de ponta metálica 0, 1(traço fino). Ilumine algumas áreas trabalhando com o boleador esfumador.
Decalque o laço que vai colar por cima, faça o vazado e cole no sentido contrário ao do cartão para dar um efeito de entrecruzado que dê realismo e volume.
hit counter
Categorias

Riscos para papel Vegetal